Total Gás Distribuidora

Artigos Fornecedores

divina_pureza-logo



logo_copagaz



logo_minas_mais



logo_raposo

Vem ai o novo botijão de gás

Botijão de gás vai ganhar embalagem mais leve
Peça, em teste no Inmetro, é de plástico e pesa metade da tradicional.
Modelo é igual ao que já é vendido nos Estados Unidos e Europa.

Já está em teste no Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), o botijão de gás que deve ganhar uma nova embalagem em breve.

O novo modelo, que tem também novo formato, já é vendido nos Estados Unidos e Europa. Feito de plástico, ele tem a metade do peso dos tradicionais utilizados no Brasil. Mas necessita dos mesmos cuidados para evitar acidentes.

Hoje há mais de cem milhões de botijões de gás de cozinha em residências e lojas em todo o país. Mesmo assim, boa parte da população tem medo das explosões provocadas por vazamentos.

Acidentes

Só no Rio de Janeiro, o Corpo de Bombeiros já atendeu a 20 casos de vazamentos de botijão esse ano. Em um dos casos mais graves, duas pessoas morreram. Esta semana aconteceu um acidente em uma padaria em Santos, litoral de São Paulo, assustando vizinhos e quem passava por ali. Os acidentes acontecem quando o gás vaza e o botijão fica instalado em ambientes sem ventilação.

“Não existe uma explosão do botijão, como se pensa. Mas o ambiente contaminado por gás pode explodir e pode ter consequências graves”, alerta o presidente do Sindigás Sérgio Bandeira de Mello, que aconselha alguns cuidados na hora da compra: “O botijão tem que ter total ausência de ferrugens, não pode ter amassados profundos que comprometam a chapa. O lacre de segurança tem que estar extremamente firme na válvula”.

Ainda de acordo com Mello, é importante lembrar que a mangueira, que deve ter uma faixa amarela com o símbolo do Inmetro, e o regulador têm validade de cinco anos. O botijão deve ficar longe de tomadas, interruptores, instalações elétricas e ralos, para onde o gás pode escoar e causar acidentes.

Cuidados

Fique atento a alguns cuidados para manter o botijão de forma segura: deixá-lo em local ventilado, nunca deitá-lo ou virá-lo para saber se todo o gás foi usado e não aquecê-lo.

Ao sentir cheiro de gás, não acione interruptores elétricos, não acenda fósforos ou isqueiros, não fume e não mexa em aparelhos elétricos. Feche, imediatamente, o registro do botijão e abra portas e janelas, principalmente para o exterior da residência;

Jamais instale queimador ou lampião diretamente no botijão. A proximidade da chama pode aquecer o botijão e causar acidentes, use sempre o regulador de gás e tenha cuidado ao utilizar botijões de 2 kg, que não possui dispositivos de segurança antiexplosão.

Do G1, no Rio, com informações do Bom Dia Brasi – 09/10/2009